Sabemos que a galera do Paraná adora viajar para conhecer lugares novos e que o turismo tá na vida e no sangue do paranaense! Esse Estado é vasto em belezas naturais e atrativos culturais que às vezes mesmo os próprios locais não notaram ainda! No post de hoje, vamos apresentar 6 destinos diferentes, fora do convencional e ideais principalmente para um feriado ou fim de semana, partindo de Curitiba!

Então já se prepara para anotar tudinho! E se durante a leitura der vontade de viajar e fugir da rotina, é só clicar aqui para conhecer o Instaviagem! Somos uma agência de viagem especialista em criar experiências de viagem incríveis, únicas e 100% personalizadas 💙

Faxinal/PR

Bora conhecer a Capital do Tomate de Estufa? Com uma vocação para o turismo rural, essa cidade no Vale do Ivaí, propicia experiências autênticas em meio à vida no campo. Prepare-se para comer bem: amantes de gastronomia local irão provar delícias a base de carne de porco, como churrasco de porco com mandioca, o porco na lata, lombo recheado, além de paçoca de carne e o Goiafá, uma bebida alcoólica destilada com base no milho, cuja origem é indígena!

Fotos: Prefeitura de Faxinal

Se você é daqueles que se pergunta “será que tem cachoeira perto de mim?”, pois eu te digo que tem sim e são cerca de 108 cachoeiras catalogadas na região de Faxinal! A maior delas e cartão postal é o Véu da Noiva, com impressionantes 156m de altura. Mas não se pode deixar de visitar o Canyon do Cruzeiro (com 22 cachoeiras incríveis), a Cachoeira São Pedro com 125m de altura, a bela queda e a comida típica e farta do Sítio Santo Antônio, entre muitas outras opções para lavar a alma! Quem é apaixonado por esportes de aventura na natureza vai curtir rapel, tirolesa, arvorismo, aqua trekking, boia cross, canionismo e trilhas! 
Distância de Curitiba: 330km – cerca de 4h27 de viagem
Perfil: amante de cachoeira e esportes de aventura, turismo rural e comer bem!

E aí, já está de malas prontas só pensando em quando será a próxima viagem? Então clique aqui para fazer uma cotação com o Instaviagem.

Arapoti/PR

Arapoti, a Terra da Água, do Mel e do Leite, surgiu de um ponto de parada frequente dos tropeiros. A influência holandesa é marcante, sendo notada na arquitetura, nos museus, nos costumes e cultura da cidade. Quem está buscando uma mescla de natureza e calmaria, pontos histórico-culturais e momentos de turismo rural, encontra aqui seu destino ideal! Quem quer conhecer a exuberância natural não pode perder o Cânion do Cerrado com seus passeios e trilhas, as rotas do Rosário e dos Tropeiros, assim como as várias cachoeiras e quedas d’água, a exemplo das belas Cachoeiras Arauco, da Fenda e do Seu Ari, além do Rio das Cinzas e a Reserva Ecológica Poty

 Fotos: Prefeitura de Arapoti

Quem quer um viés mais histórico e cultural com pitadas de gastronomia típica e produções locais tem que explorar todos os circuitos temáticos da região. A Trilha da Colonização, que remonta a história local por meio da visitação de igrejas, museus e a gastronomia regional; a Trilha do Monge João Maria, com templos históricos, locais sagrados em plena natureza e um almoço tipicamente rural; e a Trilha do Mel que, como o nome já entrega, traça os caminhos dos produtores de mel da região!

 Fotos: Prefeitura de Arapoti

Dá ainda pra visitar as Ruínas da Casa Grande, que foi uma das maiores fazendas de escravos da região e conta com mais de 150 anos de idade, a Casa dos Kok, para entender mais da influência holandesa na região, o Museu do Trator, com mais de 50 maquinários, além de contemplar a arquitetura de construções como a Casa de Pedra, a Casa dos Poloneses, a Casa dos Hermanos e a Casa dos Espanhóis!
Distância de Curitiba: 250km – cerca de 3h30.
Perfil: quem quer contemplar a natureza, curtir turismo rural, desbravar cultura e história!

Sapopema/PR

Essa cidade, cujo nome vem da árvore homônima (no tupi guarani, significa raízes de grandes árvores), tem a vida tranquila de cidade pequena (pouco mais de 6 mil habitantes), perfeita para desacelerar… Tem a natureza exuberante e potente, em cachoeiras, grutas, cavernas e montanhas, mas também tem toda a eletrizante adrenalina dos esportes de aventura, como trekking, rapel e o cicloturismo.

Foto: Felipe Marmol – Unsplash

O principal cartão postal é o Pico Agudo, o ponto mais alto do norte do Estado. O Pico é um gigante a 1100m de altitude, que exige 3,5km de trilha de dificuldade moderada a alta para acessar seu cume! O Salto das Orquídeas é outra opção conhecida de atrativo, com seu conjunto de cascatas que alcança até 42m de altura! Aproveite ainda mirantes com vistas panorâmicas da cidade, outras quedas d’água e cachoeiras refrescantes como o Salto Lambari e a Cachoeira Bela Vista; ou ainda a chance de ver a revoada das garças (ocorre entre setembro e fevereiro, mas é preciso um pouco de sorte para testemunhar)!

Fotos: Prefeitura de Sapopema

Para quem está buscando um bom turismo rural cheio de quitutes caseiros vai adorar a cidade. Fazendas e propriedades rurais oferecem cafés coloniais, almoços e jantares, convívio com animais de fazenda, compra de queijos e doces e muitas paisagens bucólicas bonitas!
Distância de Curitiba: 310km – cerca de 4h
Perfil: Quem quer sossego e provar culinária local, apreciar belas cachoeiras e caminhar em meio ao verde!

Quer explorar destinos incríveis perto da sua cidade, mas precisa de uma inspiração? Então clique aqui para conhecer o Instaviagem, somos especialistas em viagens 100% personalizadas!

Balsa Nova/PR

Tão pertinho de Curitiba que é até difícil de acreditar! Aos amantes de atividades físicas, o cicloturismo é super praticado em passeios comumente organizados aos fins de semana. Aliás, aqui ocorrem etapas do circuito estadual de mountain bike. Enquanto os que procuram aventura podem fazer rapel ou cachoeirismo e até escalada. Aos que querem percorrer lindas trilhas e caminhadas, a dica é a Caminhada Internacional da Natureza (entre março-novembro), momento de contemplar as belezas naturais da cidade. Mas em qualquer período do ano você pode visitar o Parque Manancial, conhecer a Área de Proteção Ambiental da Escarpa Devoniana (e ainda ver iconofósseis de mais de 400 milhões de anos tombados como patrimônio cultural), curtir as águas e cenários do Recanto dos Papagaios (com sua ponte centenária, cuja construção foi autorizada por D. Pedro II), a Cachoeira do Alemão e a ponte dos arcos.

Fotos: Daniel Snege (Instituto Purunã) / Prefeitura de Balsa Nova

Já o Distrito de São Luiz do Purunã concentra vários atrativos do município, como propriedades para turismo rural e cavalgadas, participar da colheita do kiwi, conhecer uma produção de mel, entre outros! Para conquistar os estômagos, a culinária aqui é tipicamente campeira, com influências mineiras, incluindo muitas gostosuras como feijão tropeiro, farofas, feijoada, polenta, mandioca, costelas em fogo de chão, pratos com pinhão e carneiros assados!
Distância de Curitiba: 52km – cerca de 1h.
Perfil: quem quer contato com a natureza e com produtores locais!

Já pensou em explorar lugares novos e incríveis em uma viagem com destino surpresa, mas que tem a sua cara? Então clique aqui e conheça o Instaviagem!

Turvo/PR

A Capital dos Pinheirais, como é conhecida a cidade por suas densas florestas de Araucárias, traz a cultura das comunidades indígenas, da tradição dos tropeiros e da colonização europeia. Por aqui, os atrativos ecoturísticos e aventureiros são excelente pedida. Como o impressionante Salto São Francisco, a maior queda d’água do Sul, compartilhado com os municípios próximos de Guarapuava e Prudentópolis (que pode ser vista de cima com um paratrike, uma espécie de parapente motorizado); ou ainda um delicioso aquatrekking em Arroio das Furnas; praticar rapel e cachoeirismo, além do bóia cross nas corredeiras da Rota da Pedra Furada, em pleno Rio Cachoeira. Para quem gosta mesmo de caminhar e pedalar, circuitos de 19 a 21km cheios de mata nativa e quedas d’água farão sua alegria!

Fotos: Prefeitura de Turvo

Alguns roteiros imperdíveis para quem adora vivências culturais são o Caminho da Terra Sem Males (Yvy Maraê’y), uma oportunidade única de imergir na cultura índigena guarani; o Caminho do Quilombo, para conhecer a cultura do Quilombo Campina dos Morenos; o Caminho dos Tropeiros, para experimentar a vida desses condutores tradicionais e suas cavalgadas; a Trilha das Imbuias para vivenciar a imigração holandesa, além de uma visita ao Sítio Arqueológico Marrecas, que ostenta artefatos de paleoaldeias com mais de 10 mil anos. Para matar a fome que vai roncar forte depois de tanta atividade, a culinária holandesa apresenta sua sopa de ervilha, a ucraniana vem com os pasteizinhos “pirogue”, a tropeira serve o arroz carreteiro e o charque, a quilombola ostenta seu frango caipirinha, enquanto a guarani expõe seu o Ka’i Repoxi (milho assado na taquara), ou seja, quitutes tradicionais não faltarão pra provar por aqui! 

Distância de Curitiba: 293km – cerca de 3h55
Perfil: quem busca vivências e experiências culturais em comunidades tradicionais e quem ama explorar a natureza de forma intensa!

Rio Azul/PR

Não muito longe da capital, essa pacata cidade é moderna e avançada no sentido da sustentabilidade. Carros movidos a energia solar podem ser alimentados aqui, estabelecimentos também costumam usar o mesmo sistema! Sua ocupação remonta a 1885, com pioneiros que estavam incumbidos de penetrar a mata e desbravar a região e terminaram por estabelecer o povoado de Roxo Roiz. As colonizações ucraniana e polonesa, iniciadas por volta de 1900, também deixaram suas heranças na cidade! Dos atrativos naturais, a Cachoeira da Pedreira e seus 15m de altura é indispensável em seu roteiro. Fica dentro do Parque Nacional de mesmo nome, que ainda oferece bosques, trilhas, piscinas naturais e também infraestrutura de quadras, churrasqueiras, lanchonete e mirante. A Cachoeira Dusanoski é outra boa pedida, com local para estacionar e acampar!

Foto: Prefeitura de Rio Azul

Quem ama trilhas maiores e conhecer o destino das alturas, o Pico do Marumbi é uma excelente dica em Faxinal dos Limas, ali pertinho, seja para caminhar ou voar de asa delta. Outras quedas d’água a se visitar são o Salto do Wronski, Cachoeira Lageado e Cachoeira Sítio Santa Rita. Às quartas, a feira de produtos naturais é uma excelente oportunidade para comprar itens fresquinhos direto dos produtores, incluindo deliciosas geléias, pães e outras gostosuras para comer ou levar pra casa! Aliás, falando em comidas típicas, o pão preto de centeio, o khrin (raiz forte) e a conserva de pepino azedo, além do borstch (sopa avermelhada de beterraba, com outros legumes e carnes), pieroguis (típicos pasteizinhos ucranianos/poloneses) e holubtsi (rolinhos com repolho), são itens que você tem que provar enquanto estiver na cidade! 

Fotos: Prefeitura de Rio Azul

Quem se interessa por festividades religiosas, o Corpus Christi aqui inclui ruas adornadas com lindos tapetes coloridos, feitos no asfalto pelos fiéis, especialmente para a procissão de Corpus Christi. Não deixe ainda de visitar a Capela Senhor Bom Jesus de Cachoeira dos Paulistas, uma fascinante capela toda colorida, pintada internamente pelo artista Antonio Pretek retratando cenas bíblicas e obras italianas renascentistas.
Distância de Curitiba: 187 km – cerca de 2h40
Perfil: Natureza e Cachoeiras, comidas típicas influenciadas pelas colonizações.

Quer aproveitar um final de semana para furgir da rotina e explorar destinos perto de Curitiba ou de sua cidade?
Então clica aqui para conhecer o Instaviagem e planejar a sua próxima viagem. Somos uma agência de viagem especialista em criar experiências 100% personalizadas para cada cliente <3
Faça uma cotação personalizada ou surpreenda-se com nossas viagens surpresa!

Marian Koshiba

Chefe de Inspiração de Viagem no Instaviagem

Ver Todos os Posts

Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem somos?

Somos a maior agência online especializada em pacotes de viagem 100% personalizados. Você preenche um formulário e nossos especialistas montam um pacote feito sob medida pra você!

Conheça nossos pacotes: www.instaviagem.com