Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte, é uma cidade pequena em tamanho, mas extremamente grandiosa em toda sua beleza. Um dos lugares para lua de mel mais badalados do Brasil, possui inúmeras praias charmosas e cenários românticos para casais.

Seus 400 quilômetros de extensão de costa são compostos pelas mais belas praias, por piscinas naturais de águas muito cristalinas e tranquilas e por imensas dunas e falésias, além de ter uma das mais saborosas culinárias do Brasil, portanto, não é à toa que, reunindo tudo isso, acaba sendo um dos mais paradisíacos e cobiçados destinos de todo o país. Conheça o que fazer em Natal e programe já sua viagem!

O que fazer em Natal,Praia de Pipa (Tibau do Sul) Foto 1

Divulgação/Shutterstock

Ponta Negra
É a praia urbana mais famosa, consequentemente, a mais movimentada. Não gosta de lugares com muita gente? Entendemos, mas ainda assim recomendamos uma passada, pois lá está uma das principais atrações do que fazer em Natal: o morro do Careca, uma grande duna com desenho de um homem calvo formado pela mata (haja criatividade). Não é possível subir o morro, por se tratar de uma reserva ecológica, mas só de admirá-lo sentado em uma das barracas será relaxante. Passeios de barco levam “ao outro lado”, onde o Projeto Tamar desenvolve trabalho com tartarugas e golfinhos e de onde se tem um pôr do sol imperdível.

O que fazer em Natal,Praia de Pipa (Tibau do Sul) Foto 2

Cajueiro
Símbolo do Nordeste, os cajueiros estão presentes em várias praias. No entanto, um deles em específico é uma parada obrigatória do que fazer em Natal. Estamos falando do Cajueiro de Pirangi, em Pirangi do Norte, classificado no Guinness como o “maior do mundo”, embora no Piauí exista outro que brigue pelo título. Maior ou não, pouco importa, conhecer sua copa de 8,500 m², resultado de uma mutação genética, impressiona.  É uma árvore centenária e a melhor parte é que seus frutos (“apenas” 70 mil por ano) podem ser coletados. Ou seja, vai ter muito suco de caju!

O que fazer em Natal,Praia de Pipa (Tibau do Sul) Foto 3

Já falamos de um pôr do sol, mas como todo dia o sol vai embora, daremos outra dica, essencial para quem busca o que fazer em Natal. Esse anoitecer é no rio Pirangi. Completamente cinematográfico, os raios alaranjados passam pela ponte, praia e água cristalina em um visual simplesmente encantador. Seu Instagram vai encher de likes! Há passeios de barco por ali que passam pelas praias de Pirangi do Sul, Búzios e Cotovelo,

Dunas de Genipabu
O que fazer em Natal? Com certeza conhecer as dunas de Genipabu de bugue. Todo o caminho até lá se dá em meio a uma paisagem deslumbrante. O roteiro varia caso a caso, mas pode abranger até nove praias, quatro parques de dunas e três lagoas. Por isso, costuma durar praticamente o dia inteiro e os condutores fazem pausas estratégicas para almoçar ou tomar um café da tarde. Outros lugares que os bugues podem levar os viajantes: aquário de Natal, na praia da Redinha; a travessia de balsa no rio Ceará-Mirim; e atividades esportivas nas dunas de Jacumã, como esquibunda, tirolesa e camikaze.

O que fazer em Natal,Praia de Pipa (Tibau do Sul) Foto 4

Onde comer
A viajante Irys Barbosa, do Rio de Janeiro, recomenda o restaurante Mangai, na Lagoa Nova. “É bem legal para quem procura comida típica, simplesmente maravilhosa. O preço, bem, é um pouco salgado, mas vale a pena”, diz. Para o viajante Ricardo Santiago, você não pode deixar de conhecer o restaurante Camarões. “Melhor restaurante do mundo, jante nele todas as noites que puder”, conta, entusiasmado.

Onde ficar
O lugar mais procurado é Ponta Negra, pois é onde se concentra o agito (como a balada Peppershall´s). A viajante Cecília Ogata indica o Pontalmar, ideal para relaxar em suas piscinas com vista para o Morro do Careca, principalmente se tiver em mãos uma caipiroska de cajá feita por eles. O Caio Angarten, de Indaiatuba, tem outras duas dicas boas e baratas: o Che Lagarto Hostel e o Hostel Lua Cheia.

Pipa e Tibau do Sul
O viajante que procura o que fazer em Natal deve também considerar a praia de Pipa, a apenas 80 km da capital potiguar. Ela é a principal do município de Tibau do Sul (mas não a única, como veremos). O viajante Bruno da Silva Rodrigues começa com uma dica arrebatadora: ver golfinhos. São vários os lugares onde é possível, a começar pela óbvia Baía dos Golfinhos, nome popular da praia do Curral.

O que fazer em Natal, Praia de Pipa (Tibau do Sul) Foto 5

Divulgação/Shutterstock

De Pipa sai passeios de barcos e lanchas para praias do litoral norte e sul (em torno de R$ 40), em que os fofos animais marinhos são vistos (depende um pouco da sorte: às vezes, encontram-se vários pelo caminho; em outras, é uma festa quando se veem alguns). Demais lugares frequentados por eles: Mirante dos Golfinhos (na rota do Sol), lagoa de Guaraíras, praia do Madeiro (que tal umas aulas de stand up paddle rodeadas por golfinhos? Nela é possível).

Mas há muito mais o que fazer em Natal, ou melhor, em Pipa. Tanto que muitos viajantes optam por passar uma noite lá para conseguir aproveitar melhor e não se sentir como a Roberta Fernandes, de São Paulo. “Fiz bate-volta, me arrependi de não ter separado mais tempo para Pipa”, diz. Não faltam hostels próximos ao centro, como o Sugar Cane, dica da Marcella Albo, de Brasília, ou Vera My House, perto da avenida dos Golfinhos. Se não pegar um tão próximo assim, não se preocupe. “A cidade é pequena, se é em Pipa já está perto de tudo”, garante a viajante Irys Barbosa, do Rio de Janeiro. No final de ano e feriados, reserve com antecedência.

O que fazer em Natal, Praia de Pipa (Tibau do Sul) Foto 6

Divulgação/Shutterstock

Os passeios de bugue também entram na lista de atrações, embora muitos turistas prefiram em Natal, que já falamos acima. A caminhada no Santuário Ecológico oferece 16 trilhas abertas ao público para contemplar a natureza. Falando em caminhada, Irys Barbosa tem uma dica ótima. “As praias de Pipa são bem próximas uma da outra. Quando a maré está baixa, dá para ir pela areia”, afirma. Para brindar toda essa maravilha da natureza, os barzinhos e restaurantes à noite são bem movimentados.

Roteiro 3 dias:

Natal pode ser dividida entre seus litorais norte e sul, então nós sugerimos que você alugue um carro ou contrate um bugueiro e decida para qual direção quer ir; a partir daí, você pode percorrer todo o litoral à vontade e conhecer a região mais profundamente. Ainda com a ajuda do nosso roteiro, que pode ser feito tranquilamente em três dias, você não irá perder nem seu tempo e nem os melhores pontos para visitar.

O que fazer em Natal,Rio Grande do Norte Foto 1

foto: shutterstock

O que fazer em Natal: 1º dia

Nossa dica é começar logo de cara pela praia mais famosa de todas, a de Ponta Negra. Além de ser a mais procurada e badalada, abrigando animadas barracas em seu calçadão e reunindo banhistas e amantes de esportes radicais, como surfe, windsurf e kitesurf, é também onde você verá um dos principais símbolos turísticos da cidade, o Morro do Careca, uma duna de mais de cem metros de altura. Você pode passar sua manhã relaxando na praia até o horário do almoço, e então sugerimos que vá para um dos melhores restaurantes dessa região, o Farofa D’Água, para experimentar um dos diversos pratos típicos. É um dos melhorse lugares para quem busca onde comer em Natal.

LEIA MAIS: Viagem romântica em Natal

Após o almoço, siga para Pirangi do Norte para ficar até o fim do dia, pois é por lá que você irá encontrar muitas das principais atrações de Natal, como o maior cajueiro do mundo, com 8.400 metros quadrados de copa, e os passeios de quadriciclo e de barco para as piscinas naturais. O passeio de barco ainda passa pelas praias de Pirangi do SulBúzios e Cotovelo, fazendo paradas para mergulho em cada uma delas. Se você tiver um tempinho ou não estiver muito cansado ao final do dia, antes de retornar ao centro ou para seu hotel, estenda sua viagem em alguns minutinhos para ir até o Mirante dos Golfinhos e assistir ao pôr-do-sol e, é claro, observar os golfinhos.

O que fazer em Natal,Rio Grande do Norte Foto 2

foto: shutterstock

O que fazer em Natal: 2º dia

Logo pela manhã, nosso conselho é você fazer um dos principais passeios de Natal, o de bugue (ou buggy) pelas dunas de Genipabú. Começando a partir das nove da manhã, tem uma duração de cerca de sete horas, pois chega a percorrer quatro parques de dunas, nove praias e três lagoas, e ainda inclui outros passeios, como pelo aquário de Natal, na praia da Redinha; o de dromedário, nas dunas fixas de Genipabú; a travessia de balsa no rio Ceará-Mirim; e as atividades nas dunas de Jacumã, como esquibunda, tirolesa e camikaze. Devido à duração longa do passeio, o bugue faz paradas para o almoço.

LEIA MAIS: Fazendo um mochilão sozinha em Natal

Já mais para o final da tarde, se ainda houver tempo, desça em direção à Fortaleza dos Reis Magos, uma construção histórica com formato semelhante ao de uma estrela, conhecido por ser marco inicial de Natal e um dos cartões-postais da cidade. Caso já seja muito tarde para entrar no forte, desça um pouco mais e vá para o Centro de Turismo, um imenso espaço cultural que tem como atrações cerca de quarenta feiras de artesanato; uma galeria de arte, com o maior acervo artístico do estado; memorial sobre a história do prédio; o “Forró com Turista”, show de música regional; e o Marenosso, restaurante de comidas típicas.

DUBBI adicionou foto de Natal,Rio Grande do Norte Foto 3

foto:shutterstock

O que fazer em Natal: 3º dia

Para o último dia, você pode escolher entre duas opções: a primeira é ir à Maracajaú, a cerca de cinquenta quilômetros do centro de Natal, ao litoral norte, próxima de Genipabú. É considerada uma das mais belas da região principalmente por causa dos parrachos (formações de recifes de corais), que formam piscinas de águas mornas e cristalinas e são perfeitas para mergulho e para observar sua rica fauna marinha, como peixes coloridos, baiacus, polvos e moréias. Você pode passar o dia por lá fazendo passeios de lancha ou de catamarã, com paradas para mergulho livre, e conhecendo os outros atrativos de Maxaranguape, como o Cabo de São Roque, ponto da América do Sul mais próximo da África, e seu farol de 32 metros de altura.

A segunda opção é a belíssima Praia da Pipa, principal balneário do sul do Rio Grande do Norte, a cerca de oitenta quilômetros de Natal. É uma das regiões mais badaladas do estado, onde você poderá passar seu dia nos diversos restaurantes, bares e barracas; conhecendo suas praias de águas mornas e cristalinas, rodeadas por enormes falésias; mergulhando entre peixes e tartarugas-marinhas; explorando o Santuário Ecológico; ou então passeando pela Baía dos Golfinhos e pela praia do Madeiro para observar os golfinhos.

Para achar uma boa localização para se hospedar em Natal, de maneira que fique fácil de ir de uma atração à outra, nosso conselho é que você ache algum hotel na praia de Ponta Negra, pois como é a mais central e também a mais badalada da região, há mais opções de acomodações e de restaurantes, ou seja, ideal para quem busca o que fazer em Natal à noite. Nós indicamos os hotéis Best Western Premier Majestic Ponta Negra BeachManary Praia HotelCoral Plaza Apart HotelVilla Simone e Holiday Inn Express Natal Ponta Negra.

DUBBI adicionou foto de Natal,Rio Grande do Norte Foto 4

foto:shutterstock

Mas é claro que se você busca roteiro de Natal em 7 dias, opções não faltam. Conheça aqui mais dicas.

Caso esteja programando uma viagem de lua de mel, conheça os nossos pacotes personalizados.

– – – –

David Andrade

Ver Todos os Posts

Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Quem somos?

Somos a maior agência online especializada em pacotes de viagem 100% personalizados. Você preenche um formulário e nossos especialistas montam um pacote feito sob medida pra você!

Conheça nossos pacotes: www.instaviagem.com