Destinos: Manila

No Instaviagem você encontra as melhores dicas de viagem em um só lugar.

Sobre Manila

Língua: Inglês e Filipino
Moeda: Peso filipino
Validade do passaporte: Deve ser válido por pelo menos 6 meses
Página do passaporte em branco: Nenhuma
Visto de turista: Dispensa de visto, por até 59 dias
Vacinações: O certificado de vacinação contra a febre amarela é necessário para viajantes vindos de áreas endêmicas. Diante do surgimento de casos de febre amarela no Brasil, a Embaixada do Brasil em Manila tem recebido notícias de que autoridades filipinas/companhias aéreas têm solicitado apresentação de comprovante de vacinação a brasileiros.
Restrições de moeda para entrar: Moeda local ou instrumentos financeiros de mais de 10 mil pesos filipinos deve ser declarado
Restrições de moeda para sair: Restrição igual a entrada 

Embaixada do Brasil em Manila
Endereço: 16 Th Floor, Liberty Center Bldg, 104 H.V. Dela Costa Street, Salcedo Village 1227 Makati City - Metro Manila Philippines
Telefone: +63 (2) 8845-3651/52/53/77
Fax: +63 (2) 8845-3676
Plantão Consular: (63) 8917 574 4513 (SOMENTE PARA EMERGÊNCIAS)
Email: brasemb.manila@itamaraty.gov.br
Site da Repartição:  http://manila.itamaraty.gov.br

Taxas aeroportuárias: as tarifas aeroportuárias, normalmente, são pagas no aeroporto no momento da partida ou, muitas vezes, já incluídas no preço do bilhete. Residente permanente precisa garantir um Certificado de Isenção de Imposto de Viagem da Autoridade de Turismo das Filipinas no Departamento de Turismo - TM Kalaw Street, Ermita Manila. A taxa de embarque é de PHP1,620.00 (aproximadamente US$ 35,00). Todos os passageiros que partem do NAIA (Ninoy Aquino International Airport) devem pagar a taxa aeroportuária de PHP750.00 (aproximadamente US$ 17,00). Ninguém está isento do pagamento dessa tarifa.

Segurança pública: Crime é uma preocupação significativa em áreas urbanas das Filipinas. Atos criminosos típicos incluem furtos, fraudes, golpes diversos e, em alguns casos, a clonagem de cartão de crédito. Roubos de carro, sequestros e assaltos violentos ocorrem esporadicamente. De acordo com a Philippine National Police - Directorate for Investigation and Detective Management (PNP DIDM), os dados estatísticos de crimes, em 2012, apontam para um total de 217.812, o que significa uma redução de 24.176 em comparação a 2011, com 241.988 crimes ocorridos. Cuidados com pertences pessoais em pontos turísticos, shopping centers e lugares públicos com grande aglomeração de pessoas, são aconselháveis. Devem ser evitados os bairros e zonas sabidamente mais perigosos, que os hotéis ou amigos e conhecidos dos turistas, residentes nas Filipinas, saberão identificar. Viagens não-essenciais à 'Autonomous Region of Muslim Mindanao' devem ser evitadas. Além disso, não deixe bebidas sem supervisão, nem aceite  comida e bebida de estranhos, tome cuidado com furtos em locais de grande aglomeração de pessoas e turísticos. 

Catástrofes naturais: o arquipélago se localiza numa região sísmica, registrando-se pequenos, embora frequentes, tremores de terra. É assolado sazonalmente (junho a novembro) por tufões, que são amplamente divulgados com antecedência. É extremamente recomendável que os turistas sigam, onde estiverem, as instruções dos responsáveis locais para evacuação de áreas. Para maiores informações, visitar o endereço eletrônico da Administração de Serviços Atmosféricos, Geofísico e Astronômico das Filipinas "http://www.pagasa.dost.gov.ph/".

Furacões: Caso algum furacão se aproxime, as autoridades deverão emitir alerta antecipado. É importante, nessas situações, identificar abrigos temporários; ter à mão casacos e roupas  impermeáveis; guardar documentos (carteira de identidade, passaporte, etc.) em bolsas plásticas e procurar afastar-se de zonas costeiras. Durante o furação, deve-se desconectar os serviços básicos de luz, água e gás; não acender velas, isqueiros, fósforos (mas pode-se usar lanterna); ficar afastado de portas e janelas; buscar abrigo em locais com paredes mais seguras e de dimensões menores (como banheiros, por exemplo); e procurar afastar-se de rios, lagos e do mar. Se for possível, recomenda-se manter ligado um rádio a pilha para ouvir recomendações das autoridades. Após a passagem do furacão, deve-se verificar se o prédio em que se buscou abrigo sofreu danos significativos. Em caso afirmativo, deve-se abandoná-lo até que as reparações sejam feitas.

Terremotos: No caso de terremotos, pede-se que as pessoas procurem manter a calma e não corram, afastem-se das janelas de vidro, posicionem-se ao lado de colunas ou das quinas das paredes se estiverem dentro de casas ou prédios, procurem abaixar-se e proteger a cabeça, por exemplo, sob mesas ou sob vãos de portas. Passado o tremor, se houver feridos, deve-se pedir auxílio aos corpos de socorro, ligar o rádio para ouvir as recomendações das autoridades, evitar ficar perto de postes, cabos elétricos ou árvores, seguir rotas de evacuação e procurar usar o telefone somente em casos de emergência.

Vulcões: As autoridades avisarão com antecedência caso detectem atividade vulcânica com potencial de risco para a população. Deve-se seguir as recomendações caso haja alertas. Em caso de erupção, as autoridades também darão instruções. Havendo evacuação de alguma área, não se deve voltar ao local, mesmo depois de passada a erupção, até que haja autorização das autoridades locais para tanto. 

Tsunamis: A baixa altitude das ilhas torna sensível a subida do nível do mar. Além disso, há riscos de tsunamis no país. Recomenda-se que cidadãos brasileiros permaneçam atentos aos comunicados emitidos pelas agências locais de meteorologia e sismologia quanto à incidência de desastres naturais. Em caso de ocorrência de tsunamis, cidadãos brasileiros devem seguir cuidadosamente as orientações de segurança das autoridades locais contatando, sempre que possível, alguma Embaixada ou Consulado do Brasil, que avaliará a possibilidade de evacuação. 

Sequestros: algumas gangues operam nas Filipinas com a finalidade de sequestrar pessoas para pedido de resgate. Estrangeiros são especialmente visados por essas gangues, que atuam principalmente na 'Autonomous Region of Muslim Mindanao'.

Clonagem de cartões: Recomenda-se cuidado ao usar cartões de crédito no país, já que casos de clonagem são frequentemente reportados por turistas. Em estabelecimentos comerciais, cidadãos devem sempre solicitar que o cartão seja manuseado em sua presença.

Produtos pirateados: Produtos pirateados são encontrados com facilidade nas Filipinas. Sua venda é altamente controlada pelo crime organizado. A compra para uso pessoal de tais materiais não é considerada crime no país. No entanto, trazer tais bens para o Brasil pode resultar em repreensão e multas. 

Manifestações: É comum que ocorram manifestações populares nas Filipinas relacionadas a questões políticas internas. Ainda que muitos desses protestos sejam pacíficos, recomenda-se que sejam evitadas áreas de manifestações públicas, em caso de eventuais confrontos entre autoridades locais e manifestantes.

Assédio sexual e crimes contra a mulher: Denúncias de assédio sexual são raras, mas podem ocorrer em qualquer país, independentemente do destino escolhido. Mulheres devem evitar andar sozinhas pelo país, especialmente durante a noite e/ou em áreas isoladas.

Em caso de emergências, cidadãos podem contatar as autoridades policiais pelo número 117.

Agências de turismo: Indicações de agências de turismo - para maiores informações sobre turismo nas Filipinas e lista de estabelecimentos cadastrados pelo Governo, visite o endereço eletrônico do Departamento de Turismo das Filipinas www.itsmorefuninthephilippines.com

Clima: Como no Brasil central, há, nas Filipinas, duas estações do ano bem definidas, uma seca (de dezembro a maio) e  outra chuvosa (de junho a novembro). Os meses mais frescos, de temperatura amena e agradável, são dezembro, janeiro e fevereiro. Os mais quentes, abril e maio.

Estabelecimentos comerciais: A maioria das empresas funciona entre 08:00h e 17:00h durante a semana e aos sábados entre 08:00h e 12:00h. Os bancos estão abertos das 09:00h às 03:00h, de segunda a sexta-feira.

Cartões de crédito e débito: A maioria das grandes lojas, restaurantes, hotéis e resorts aceita cartões de crédito, incluindo American Express, MasterCard e Visa.

Bancos: Bancos estrangeiros com operação no Brasil operam, também, no país. Destaca-se, nas Filipinas, o HSBC

Comunicação e idiomas: A maior parte da população filipina fala inglês fluentemente, já que o país foi colônia dos Estados Unidos na primeira metade do século XX.

Unidade de medida: O sistema métrico é usado na maioria das transações comerciais e legais, embora as medidas anglo-saxãs tradicionais (pés e polegadas em vez de metros, milhas em vez de quilômetros, libras em vez de quilos) sejam usadas mais frequentemente pela população.

Padrão elétrico: 220 volts, conforme o local. 60 ciclos é o padrão comum. Um transformador é necessário para aparelhos com corrente elétrica de 110 volts. Casas e apartamentos, no entanto, em geral dispõem de tomadas de 110 e 220 volts.

Identificação: Pela lei local, todos os cidadãos estrangeiros no país devem portar documento de identificação. Assim, recomenda-se que cidadãos brasileiros portem, a todo momento,  cópia do passaporte brasileiro, deixando o original em local seguro, para evitar perdas ou furtos.  Autoridades policiais podem requisitar, a qualquer momento, prova de identificação. Nessas ocasiões, cidadãos que não tenham em mãos documento de identidade estão sujeitos a multas, possíveis interrogatórios e, em casos mais graves, até detenção.

Tolerância LGBT: Não há proibições à entrada nas Filipinas de cidadãos LGBT e a homossexualidade não é considerada ilegal no país, apensar de relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo não serem reconhecidos. Há registros de queixas de assédio, discriminação e mesmo violência contra cidadãos LGBT no país. Para mais informações, recomenda-se a leitura cuidadosa da página LGBT em viagens ao exterior.

Tolerância religiosa: Os espanhóis introduziram o cristianismo e, hoje, cerca de 83% da população filipina professa a fé católica. Há também uma importante parcela muçulmana, entre 5% e 10% da população, principalmente no sul do país.

Vestuário: A percepção dos limites do decoro na indumentária é mais rígida nas Filipinas do que no Brasil. É recomendável evitar roupas curtas e decotes, bem como andar em locais públicos sem camisa. Nas praias, o "topless" e o nudismo são ilegais e roupas de banho muito ousadas não são recomendadas.

Drogas lícitas: É proibido fumar em locais fechados, de modo geral, e mesmo em algumas áreas externas específicas. Os infratores são multados e, em caso de reincidência, podem ser presos.

Entorpecentes: O tráfico e mesmo o porte de drogas ilícitas são passíveis de prisão perpétua. Os aeroportos são equipados com detectores sofisticados, capazes de identificar produtos ilícitos transportados pelos viajantes.

Alta temporada: dezembro a abril, quase totalmente na época de seca. Entre temporadas: maio a novembro, com o início da temporada de chuvas. Baixa Temporada: junho a setembro - risco de tufões e chuvas torrenciais.  Para infos atuais de eventuais tufões:http://www.typhoon2000.ph/

 

Informacões úteis

Veja informações úteis gerais sobre Manila e Filipinas.

Os Especialistas do Instaviagem recomendam este destino para o perfil:


💏 Casal
💃 Viajante Solo
👪 Família
👯 Amigos
🌲 Natureza
🚵 Aventura
🍴 Gastronomia
💆 Relax
💙 Romântico
🏯 Cultura
🌆 Agito
🏡 Cidade Pequena
🌊 Praia

Outros destinos similares:

Precisa de ajuda para organizar sua viagem?

O Instaviagem é uma agência de viagem online especializada em pacotes feito sob medida. Nossa equipe de Especialistas vão montar e te ajudar a realizar a sua viagem dos sonhos.

Solicite uma proposta de cotação agora mesmo: