Destinos: Malé

No Instaviagem você encontra as melhores dicas de viagem em um só lugar.

Sobre Malé

Malé é a maior cidade e capital das Maldivas e toda vez que falamos em Ilhas Maldivas logo vem na cabeça cenários de belezas estonteantes. E malé é ponto de partida para conhecer todas as ilhas desse paraíso e mesmo sendo a maior cidade do país, é possível percorrer toda a sua distância a pé para conhecer a sua população e cultura local.

Venha Conhecer Esse Paraíso!

Língua Divehi
Moeda Rúpia Maldívia
Validade do passaporte Deve ser valido no momento de entrada
Página do passaporte em branco É necessário uma página para carimbo de entrada
Visto de turista: Dispensa de visto, por até 30 dias
Vacinações É exigido comprovante de vacina contra febre amarela
Restrições de moeda para entrar Não há
Restrições de moeda para sair Não há

Não há Representação diplomática do Brasil nas Maldivas, e cidadãos brasileiros devem ter sempre as informações de contato da Embaixada do Brasil em Colombo, que, se necessário, poderá prestar assistência consular a nacionais nas Maldivas.

Embaixada do Brasil em Colombo.
Endereço: 42/1, HORTON PLACE, COLOMBO 7, COLOMBO SRI LANKA.
Telefone: (94 11) 556.6900
Site da Repartição: http://colombo.itamaraty.gov.br/pt-br/

Segurança pública: Os níveis de criminalidade nas Maldivas são relativamente baixos, embora haja registro de furtos. Cidadãos brasileiros devem permanecer atentos e vigilantes, sobretudo em locais com grande aglomeração de pessoas. O aquecimento global e consequente aumento do nível do mar, além do branqueamento dos recifes de coral constituem problemas cotidianos enfrentados pelas autoridades locais. 

Furtos e roubos: Há registro de furtos de bens deixados sozinhos na praia ou em quartos de hotel. Recomenda-se utilizar cofres em resorts da ilha, já que há denúncias de furtos ocorridos dentro dos quartos dos resorts.

Crime organizado    : Houve alguns incidentes recentes de violência de gangues, incluindo na capital Malé. Recomenda-se, portanto, andar sempre acompanhado durante visita. Limitações à água potável e terra arável, mais a dificuldade adicional de congestionamento são alguns dos problemas crescentes enfrentados pelas famílias em Malé, o que pode aumentar a criminalidade no país.

Áreas restritas: O visitante deve estar atento ao viajar para áreas fora dos "resorts". Aprovação prévia das autoridades locais é normalmente necessária para se visitar a maioria das ilhas sem acompanhante, com exceção da ilha capital.

Pirataria: a pirataria é uma ameaça significativa no Golfo de Aden e no Oceano Índico, especialmente para meios de transporte que não tomem as precauções adequadas ou sigam as orientações relativas às melhores práticas de navegação. Nesses casos, deve-se permanecer alerta a possível aproximação de qualquer tipo de embarcação desconhecida. Sobre o assunto, pode-se contatar a Organização Marítima Internacional, por meio do endereço http://www.imo.org/OurWork/Security/PiracyArmedRobbery/Pages/Default.aspx. 

Tsunamis: A baixa altitude das ilhas torna sensível a subida do nível do mar. Além disso, há riscos de tsunamis no país. Recomenda-se que cidadãos brasileiros permaneçam atentos aos comunicados emitidos pelas agências locais de meteorologia e sismologia quanto à incidência de desastres naturais. Em caso de ocorrência de tsunamis, cidadãos brasileiros devem seguir cuidadosamente as orientações de segurança das autoridades locais contatando, sempre que possível, a Embaixada do Brasil em Colombo, que avaliará a necessidade de evacuação.

Tubarões: Tubarões podem estar presentes nas águas costeiras do país. Cidadãos nas praias ou praticando esportes aquáticos no mar devem estar cientes de que casos de ataques de tubarões podem ocorrer no país. No geral, quando registrada a presença de um tubarão na água, uma sirene soará nas praias para avisar os banhistas. De toda forma, nacionais brasileiros em viagem ao país devem permanecer atentos e vigilantes à presença de tubarões ou outras espécies potencialmente perigosas no mar.

Turismo de aventura: É grande o número de turistas no país que desejam realizar turismo de aventura ou praticar esportes radicais, sobretudo mergulho. Para os mergulhadores, vale informar que há cinco câmaras de recompressão disponíveis nas Maldivas. A maior e mais longa câmara operacional está em Bandos Island (15 minutos de lancha de Malé). Outras estão localizadas em Canela Alidhoo Resort, Villingili Resort em Addu, Kuramathi Resort e Ilhas Kandholhudhoo. Turistas brasileiros devem contratar seguro-saúde adequado  que ofereça cobertura contra ferimentos decorrentes de acidentes. 

Contatos importantes: Não há número de telefone para emergências médicas nas Maldivas; 119 é apenas para a polícia, e a Guarda Costeira responde a 191.

Rede de saúde: Não há números para emergência médica nas Maldivas. O paciente terá de chamar um hospital privado para serviços de ambulância. A qualidade das instalações médicas pode ser adequada em áreas turísticas, mas podem ter carência de suprimentos. Ambulâncias no país são mal equipadas.

Seguro-saúde: Em caso de traumas, acidentes ou quaisquer outras graves situações de saúde, serviço de evacuação médica pode ser necessário. Nesse caso, recomenda-se a cidadãos brasileiros que contratem seguro de saúde internacional adequado que cubra esse tipo de atividade. Recorda-se aos turistas que serviços de evacuação médica podem custar valores expressivos.

Medicamentos: Grande parte dos medicamentos disponíveis no Brasil podem não ser encontrados no país. Recomenda-se que cidadãos brasileiros levem quantia suficiente de medicamentos para viagens ao país, portando, sempre, a receita médica em inglês desses remédios.

Intoxicação alimentar: Durante a estadia no país, deve-se lavar as mãos com frequência e deixar os alimentos frescos por algum tempo em água corrente. Recomenda-se lavar frutas e verduras com água engarrafada e gotas de água sanitária, e evitar o consumo de alimentos servidos em mercados públicos e na rua. A probabilidade de intoxicação alimentar no país, devido à ausência de cuidados básicos de higiene no manuseio de frutas e demais tipos de alimentos, é alta. Cidadãos brasileiros devem levar ao país medicamentos adequados para problemas decorrentes de alimentação.

Contatos importantes: Não há número de telefone para emergências médicas nas Maldivas. Os dois principais hospitais em Malé são: um hospital público, o "Indira Gandhi Memorial Hospital" (IGMH); e um privado, o Abduarahman Don Kaleyfan Hospital (ADK).   a)Indira Ghandi Memorial Hospital Maafannu Malé, Maldives +960 333-5335 / b)ADK Hospital Sosun Magu Malé, Maldives +960 331-3553 

Comunicação e idiomas:A língua oficial do país é o maldivo (Dhivehi). No entanto, o inglês é reconhecido e falado pela maioria dos funcionários do Governo. Turistas não devem encontrar maiores problemas para comunicar-se em inglês nos lugares turísticos do país.

Cartões de crédito e débito: hotéis e "resorts" de grande porte aceitam cartões de crédito e débito. O uso de cartões fora desses estabelecimentos (no comércio local, por exemplo) está crescendo no país, mas ainda é baixo, se comparado ao do Brasil.

Câmbio e moeda: A grande maioria dos estabelecimentos turísticos, e mesmo do comércio e motoristas de taxi, aceita dólares para pagamento de produtos e serviços.

Identificação: Pela lei local, todos os cidadãos estrangeiros no país devem portar documento de identificação. Assim, recomenda-se que cidadãos brasileiros portem, a todo momento, cópia do passaporte brasileiro, deixando o original em local seguro, para evitar perdas ou furtos. Autoridades policiais podem requisitar, a qualquer momento, prova de identificação. Nessas ocasiões, cidadãos que não tenham em mãos documento de identidade estão sujeitos a multas, possíveis interrogatórios e, em casos mais graves, até detenção.

Respeito às leis locais: As Maldivas são um país islâmico, portanto, com direito e costumes diferentes da maioria dos países ocidentais. Em termos práticos, deve-se sempre evitar manifestações públicas de afeto; exercer prudência no vestuário; no consumo de bebidas alcoólicas (permitido somente em hotéis internacionais); e nos gestos, sobretudo aqueles que denotariam insulto.

Tolerância religiosa: Cultos religiosos que não sejam do Islã são proibidos nas Maldivas. Qualquer grupo reunido com finalidade religiosa poderá ser detido pelas autoridades locais. Cidadãos estrangeiros podem levar material religioso, como a Bíblia, para o país, mas não se deve convidar locais a participar de encontros religiosos, nem incitá-los a ler a Bíblia ou qualquer outro texto religioso que não seja muçulmano.

Tolerância LGBT: Recorda-se a cidadãos brasileiros que as Maldivas constituem país muçulmano, estando terminantemente proibida manifestação homoafetiva pública. Para mais informações, recomenda-se a leitura cuidadosa da página LGBT em viagens ao exterior.

Ramadã: Durante o mês santo do Ramadã, muçulmanos jejuam do nascer ao pôr do sol. Comer, beber, fumar, tocar música alta e dançar em locais públicos (fora dos horários apropriados) é punível por lei, inclusive para os não-muçulmanos. As datas exatas do Ramadã seguem um calendário lunar e mudam a cada ano.

Portadores de necessidades especiais ou com mobilidade reduzida: Cidadãos com mobilidade reduzida podem encontrar alguma dificuldade no país, já que a maioria dos estabelecimentos não implementou condições que garantam a acessibilidade. Alguns prédios públicos, além de supermercados e resorts, no entanto, dispõem de rampas e instalações acessíveis a pessoas com deficiência. Para mais informações, recomenda-se a leitura da página Pessoas com deficiência em viagens ao exterior.

Fotografias: Deve-se evitar tirar fotografias de prédios e construções públicas. Tais fotografias podem ser consideradas indício de comportamento suspeito, o que pode resultar em detenção por autoridades de segurança.


(Fonte: MRE)

Informacões úteis

Veja informações úteis gerais sobre Malé e Maldivas.

Os Especialistas do Instaviagem recomendam este destino para o perfil:


💏 Casal
💃 Viajante Solo
👪 Família
👯 Amigos
🌲 Natureza
🚵 Aventura
🍴 Gastronomia
💆 Relax
💙 Romântico
🏯 Cultura
🌆 Agito
🏡 Cidade Pequena
🌊 Praia

Outros destinos similares:

Precisa de ajuda para organizar sua viagem?

O Instaviagem é uma agência de viagem online especializada em pacotes feito sob medida. Nossa equipe de Especialistas vão montar e te ajudar a realizar a sua viagem dos sonhos.

Solicite uma proposta de cotação agora mesmo: